Vladimir Carvalho

A emissora exibe neste sábado (15/03) a partir das 18h30, seis filmes do cineasta paraibano Vladimir Carvalho. Os títulos selecionados e seus respectivos horários são: A Bolandeira (1967) às 18h30, Incelência para um Trem de Ferro (1972) às 18h40, Itinerário de Niemeyer (1973) às 19h05, Vila Boa de Goyaz (1974) às 19h26, Brasília Segundo Feldman (1979) às 19h45 e Paisagem Natural (1991) às 20h07. Todos os filmes serão reprisados no domingo (16/03) a partir das 9h.

A Bolandeira (1967): no sertão da Paraíba, as bolandeiras, primitivos engenhos construídos de madeira e acionados por tração animal, fabricando mel e rapadura, estão fadados a desaparecer na substituição pelos engenhos movidos a motor. O cineasta passou o dia registrando a dura faina naquele instrumento primitivo. Duração: 10 minutos. Reprise no domingo (16/03) às 9h.

Incelência para um Trem de Ferro (1972): a história do Trem de Ferro que cortava os sertões do Nordeste nos anos 50, partindo do momento em que a velha locomotiva é recolhida pelo Museu do Açúcar, no Recife, 30 anos depois. Depoimentos de Luís da Rosa Oiticica, usineiro e diretor do Museu do Açúcar, e do maquinista Joaquim Batista Ferreira. Duração: 24 minutos. Reprise no domingo (16/03) às 9h10.

Itinerário de Niemeyer (1973): filme realizado a partir de uma aula dada por Oscar Niemeyer em Brasília em meados de 1969 a estudantes norte-americanos e complementado com materiais de arquivo. Com narração do próprio arquiteto. Duração: 20 minutos. Reprise no domingo (16/03) às 9h35.

Vila Boa de Goyaz (1974): a história de Goiás Velho, desde os bandeirantes, contada pela poetisa Cora Coralina. A cidade vem sofrendo contínuas descaracterizações na arquitetura de suas casas coloniais. O filme mostra acervos dos museus, ilustrando festas e costumes com o depoimento de Goiandira do Couto, pintora local. Duração: 19 minutos. Reprise no domingo (16/03) às 9h56.

Brasília Segundo Feldman (1979): o filme usa como base o material documental das obras da construção de Brasília, filmado pelo designer americano Eugene Feldman na época da construção da cidade. As imagens são comentadas em 1980 por meio dos depoimentos de um operário, Luiz Perseghini, e pelo artista plástico Athos Bulcão. Duração: 21 minutos. Reprise no domingo (16/03) às 10h15.

Paisagem Natural (1991): Brasília é patrimônio da humanidade não apenas pela arquitetura e traçado urbano, mas também pela ampla região que circunda a capital: vales, rios, cachoeiras e grutas formidáveis são partes de uma geografia quase intacta. Entretanto, a presença do homem já se faz uma ameaça ao meio ambiente. Duração: 20 minutos. Reprise no domingo (16/03) às 10h37.

O Canal Brasil é sintonizado pelo canal 66 da Net e Sky.

Anúncios